PARA REFLETIR

EDUCAÇÃO É NOSSA RESPONSABILIDADE

O objetivo que nos une é o mesmo: queremos criar nossas crianças voltadas ao bem, confiantes no Pai Celestial, protegidas e amadas. Crianças que convivam com pessoas de bem, sintam-se seguras e reconheçam como se proteger diante de tudo que as ameaça. Que exerçam seus direitos sem omitir seus deveres. Queremos crianças que se voltem em auxílio ao seu semelhante, sejam cidadãos conscientes e contribuam para se ter um lugar melhor para viver.
Somos todos educadores: pais, professores, conselheiros, demais membros da família em Cristo. Todos podemos contribuir de alguma forma para o sucesso desse empreendimento difícil, mas com resultados eternos, que é a educação de nossos filhos.

Elenara Predebon Fernandes da Silva, secretária do Clube de Aventureiros Florestinha.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

O que os especialistas indicam: 7 dicas para proteger as crianças do tempo seco

Extraído de http://delas.ig.com.br

1. Beber muita água. Olavo Mion diz que, para as crianças, é bom que seja dado um copo pequeno de água a cada hora. Para mães que estão amamentando, Sylvio Renan diz que a indicação é a mesma.

2. Lavar o nariz com soro fisiológico. De acordo com os especialistas, esta é uma prática que se mostrou bastante eficaz para hidratar as vias nasais. “Pode usar umas seis vezes por dia, no mínimo”, explica Sylvio Renan. “Quanto menor a criança, maior a obstrução dos canais nasais, por isso, maior a preocupação”, completa.

3. Usar colírio ou soro fisiológico nos olhos com frequência. Apesar das crianças não sofrerem tanto com os olhos secos, a poluição pode prejudicá-los. Use colírio ou soro fisiológico para limpá-los.

4. Passar hidratantes apropriados na pele. A pele das crianças também resseca durante o tempo seco, por isso os especialistas aprovam o uso de hidratantes especiais, principalmente nas extremidades – como cotovelos e joelhos – que tendem a ficar mais secas.

5. Evitar passeios e esportes ao ar livre. Apesar do sol fazer bem para os bebês, Olavo Mion explica que este tempo não é indicado para levá-los para fora de casa. “Quando a umidade fica abaixo de 30%, é melhor manter as crianças em ambientes com a umidade controlada”, diz.

6. Manter os ambientes umidificados e evitar o uso de ar condicionado. Os especialistas explicam que atitudes simples, como deixar uma bacia com água no quarto da criança ou colocar toalhas molhadas nas extremidades de janelas e portas, faz diferença na umidificação do ambiente.

7. Limpar e desligar os umidificadores na hora certa. Os umidificadores são bastante eficazes, mas não podem ficar ligados a noite inteira. “Se o ar está úmido demais, pode criar bolor na parede”, explica Gilberto Petty. Além disso, é de extrema importância que o aparelho seja limpo com cloro pois tende a criar fungos e bolores, algo que também faz mal para as vias respiratórias da criança, avisa Sylvio Renan.

Veja a matéria completa em: http://delas.ig.com.br/filhos/cuidados+especiais+com+as+criancas+durante+o+tempo+seco/n1237759665387.html

quarta-feira, 7 de julho de 2010

LIVRO DO ANO DOS AVENTUREIROS


Detetive Zack e os Segredos na Areia
+Jerry D. Thomas

Descrição
Zack é um garoto curioso e esperto que adora acompanhar seu pai cinegrafista em suas viagens a lugares diferentes e cheios de mistérios. Desta vez, ele vai seguir a trilha de Abraão e Moisés na terra dos faraós e das esfinges. Vivendo em tendas de pelo de cabra e montando em camelos de "duas marchas", Zack e seu pai tentam desvendar novos mistérios enquanto ajudam o Dr. Doone a preparar um vídeo sobre arqueologia e pessoas famosas da Bíblia. Uma viagem para ficar na história!

Disponível em
www.cpb.com.br

CRIANÇAS E TV


“Quem poderá ignorar as correntes estimativas segundo as quais a criança média [nos E.U.A.] vê 22 000 horas de televisão antes de terminar o seu curso secundário – o dobro das horas passadas nas aulas? Quem não está preocupado com as notícias que nos chegam das ‘trincheiras’, como um dos participantes se referia às escolas, onde os alunos hoje sofrem de uma epidemia de perturbações relacionadas com deficiências da atenção, diminuição da capacidade de se exprimir e fraca compreensão da leitura, onde os professores dizem que mais do que nunca as crianças revelam deficiências em termos de capacidade analítica, criatividade e persistência?”

Extraído de WHEELER, Joe L. Comandados à distância, Portugal, PUBLICADORA ATLÂNTICO, 1997, 1 edição, página 41

segunda-feira, 28 de junho de 2010

ORE POR SEUS FILHOS

“(...) como pais de crianças em idade escolar, precisamos desenvolver um hábito e atitude de oração solidamente escriturísticos. Poucas coisas ordenadas na palavra de Deus têm mais promessas do que a oração. A Bíblia apresenta muitos exemplos de intercessões que foram atendidas. Abraão orou por Ló; Jó orou pelos seus filhos e seus amigos; Moisés orou pelo povo de Deus; Ezequias orou pela nação. Os discípulos pediram: Senhor, ensina-nos a orar. E ele os ensinou. Em muitas ocasiões, Jesus falou sobre como orar, quando orar, como não orar, e o que esperar.
Os escritores das epístolas prosseguem na ênfase. Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco, diz Paulo aos cristãos de Tessalônica (1 Ts.16-18).
Tiago escreve: Muito pode, por sua eficácia, a súplica do justo, e Pedro admoesta: O fim de todas as cousas está próximo; sede, portanto, criteriosos e sóbrios a bem das vossas orações (Tg 5:18 e 1 Pe 4:7).
Qualquer pessoa com algum tipo de responsabilidade no reino de Deus é encorajada – quase implorada – a orar. E quem tem uma tarefa maior do que pais cristãos, que querem ver seus filhos crescendo no Senhor?”


MALONE, Dennis. Filhos em idade escolar, Porto Alegre, CONCÓRDIA EDITORA, 1997, 1 edição, páginas 72, 73

sábado, 24 de abril de 2010

Calendário de vacinação contra gripe a influenza H1N1 2010

• Dia 08 de Março a 19 de Março – Profissionais de Saúde e Indígenas
• Dia 22 de Março a 21 de Maio – Gestantes
• Dia 22 de Março a 02 de Abril – Doentes Crônicos, exceto idosos e crianças de 06 meses a 02 anos
• Dia 05 de Abril a 23 de Abril – Jovens de 20 a 29 anos
• Dia 24 de Abril a 07 de Maio – Idosos com mais de 60 anos com doenças crônicas
• Dia 10 de Maio a 21 de Maio – Pessoas de 30 a 39 anos

NÃO COMER VENDO TV

Evite ao máximo esse hábito. Quando a criança ou o adolescente está
vendo televisão, sua capacidade de registrar a quantidade de alimentos
que está ingerindo é pequena, perdendo a noção da sensação de
saciedade, com isso acaba consumindo mais do que precisa, o que pode
contribuir para a obesidade, pois ela se alimenta de forma automática e,
assim, vai comendo, comendo ...;

Se a criança não quer comer de maneira nenhuma, não crie o hábito
de ligar a TV para distraí-la e assim fazer com que ela coma sem
reclamar. Se isso se repete com freqüência, com o tempo a criança
começa a exigir comer na frente da TV, manipulando a própria família;

Quando seu filho(a) come distraído, sem prestar atenção ao sabor, à
textura e à quantidade do que está ingerindo, não aprende a distinguir os
alimentos: come sem saber se é verdura, carne ... etc;

Na hora das refeições, que são momentos de integração social,
importantes para fortalecer os laços familiares e de amizade, precisam
ser valorizadas, com atenção, para saborear melhor os alimentos e
perceber o momento de parar de comer..., desligue a TV, sente-se à mesa
com seu filho (a), em local sossegado.

Evite que a criança “belisque” toda vez que decidir ver TV ou estar
na frente do computador.

Extraído de http://www.nutrociencia.com.br

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

CAPACITAÇÃO 2010

No próximo sábado, 06 de fevereiro, às 15 horas no CAMAR.

AVENTUREIROS SLIDE SHOW